Memória Viva

Leituras Polibianas
Projeto Memória Autor Vivo: Políbio Alves
Série Memória Viva, foto-objeto exposto na mostra fotográfica coletiva promovida pela Agência Ensaio, no Casarão 34 em João Pessoa/PB, 2007

Poesias Políbio Alves (Varadouro, 2001)
Fotos Lilia Tandaya

01Ap_Varadouro©LiliaTandaya

O Varadouro
ainda pulsa
vive
explode cheio de sangue
entrecortado de mangue.

Ancoradouro
sumidouro
retrata
veias e o coração
da velha cidade.

02Ap_Varadouro©LiliaTandaya

A velha cidade
conserva
o sortilégio dos mesmos
hábitos e lembranças
(contundente corpo
estranho)
arrasta o armorial
mistério do seu tropismo
ancestral

03Ap_Varadouro©LiliaTandaya

Face a face
a história se remonta:
o passado,
o real,
irreal;
o trem de hoje nem conta
a Maria Fumaça fausta,
no tempo exausta,
desapareceu.

04Ap_Varadouro©LiliaTandaya

Houve festas
presença desdita
espera aflita
iguarias-da-terra
investidas
de bebidas,
no gelo mesmo,
com sal e no
pó-de-serra.

05Ap_Varadouro©LiliaTandaya

Como se fosse servo
fluvial de tempo
que ali se desdobra
em seu hábito mítico,
margens,
ensilagem
porto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: